Conheça Goiânia

Que bom ter você em nossa cidade, congressista! 

O guia Curta Mais, com a experiência de 8 anos como guia oficial de turismo de Goiânia, selecionou aqui o essencial que todo mundo que chega na capital goiana quer e precisa conhecer. Nos ajudaram no trabalho, taxistas e recepcionista da cidade que são nossos grandes parceiros e divulgadores do que Goiânia tem de melhor e, acredite, não é pouca coisa. Tudo aqui foi testado, aprovado e recomendado pelo guia Curta Mais. Afinal, nossa missão é descobrir a cidade e promove-la em suas melhores formas para quem nos visita ou para quem mora aqui. Tentamos reunir aqui o essencial que todo turista precisa conhecer na cidade. Claro, tudo depende do perfil e do tempo de permanência do visitante. Sugerimos que você deixe qualquer tipo de preconceito de lado, seja o grande anfitrião que a cidade merece e aproveite para redescobrir uma Goiânia surpreendente.

 

Praça Cívica (reserve meio período)

Nova

Começar pela Praça Cívica é começar pelo começo das andanças da capital goiana. Primeira praça de Goiânia, inaugurada em 1933, foi oficialmente batizada de Praça Cívica Doutor Pedro Ludovico Teixeira e é considerada o marco inicial da construção da cidade. Nela, se encontra o Palácio das Esmeraldas (todo em art déco), residência oficial do governador de Goiás, sendo o ex-governador Pedro Ludovico Teixeira o primeiro morador do Palácio. Na Praça Cívica está também localizado o moderno Palácio Pedro Ludovico, centro administrativo do estado. A praça abriga também o Museu Zoroastro Artiaga e em seu centro se localiza o Monumento às Três Raças.

Avenida Goiás

Goiania avenida goias.jpg

Vá andando e tente se desligar do barulho de carros e ônibus do local. Trata-se de uma das vias mais charmosas da cidade e história viva de Goiânia. A certeza de ver bem de pertinho conhecidos endereços do nosso Art Déco, começando pelo Coreto (bem no comecinho da avenida), passando pelo Relógio, Grande Hotel até chegar a Praça do Trabalhador ou antiga Estação Ferroviária.

 

Estação Ferroviária – Praça do Trabalhador

Estação

Tombado como patrimônio histórico, o lugar bem que poderia estar melhor preservado pelo poder público mas, ainda assim, vale levar o turista para conhecer esse pedaço da Goiânia antiga. No local funcionava a antiga estação ferroviária (ainda tem uma Maria Fumaça por lá). A praça fica ao lado da Rodoviária de Goiânia que conta com o Araguaia Shopping com boas opções de lojas (leve o visitante lá pra mostrar que a rodoviária é melhor que o atual aeroporto). Na mesma região, o comércio popular (predominantemente de confecções) ganha força e atrai sacoleiros de todo o país com a Estação Goiânia e a Rua 44. Aos domingos, rola a Feira Hippie, considerada a maior do gênero na América Latina.

 

Pólo da Moda

Se você curte uma comprinha mais econômica, o jeito é ir até os locais onde é possível encontrar praticamente tudo do mundo da moda com preço de atacado.

Desde os mais tradicionais nas avenidas 85 e Bernardo Sayão (que não estão mais no auge mais ainda é possível encontrar boas opções de lojas), até a Estação Goiânia (ao lado da Rodoviária) e a Rua 44 que reúne atualmente a maior concentração de lojas populares por metro quadrado da cidade. Visitar Goiânia e não visitar as famosas feirinhas (modo de dizer, o trem aqui é grande), é como ir a Paris e não conhecer a Torre Eiffel (guardadas as proporções, claro). Mas as feiras merecem um destaque especial que damos a seguir.

 

Feira Hippie

A maior e mais tradicional de todas as feiras da cidade. São mais de 6 mil expositores e oferece de produtos artesanais, comida e moda.

Aos domingos das 7 às 14 horas ao lado da rodoviária de Goiânia.

Feira do Sol

A charmosa feira toma conta da praça de mesmo nome, no Setor Oeste, aos domingos. O visitante encontra desde bichinhos de estimação, quitandas, obras de arte a roupas e acessórios.

Aos domingos das 16 às 20 horas na Praça do Sol, Setor Oeste.

 

Feira da Lua

Segunda maior feira ao ar livre de Goiânia, a famosa Feira da Lua bomba aos sábados e atrai gente de todas as partes e classes sociais. É possível encontrar roupas e acessórios de boa qualidade com preços bem acessíveis. Vale deixar um espaço para se deliciar nas banquinhas de comidas do lugar. Pra gourmet nenhum botar defeito.

 Aos sábados das 17 às 22 horas na Praça Tamandaré, Setor Oeste.

 

Feira do Cerrado

Daquelas feirinhas obrigatórias que todo turista deve conhecer. O forte do lugar são os produtos da terra, artesanato, comida típica e apresentações culturais. Programão do domingo de manhã.

Aos domingos das 7 às 14 horas ao lado do Estádio Serra Dourada, Jardim Goiás.

 

Feira Cora Coralina

Os mais tradicionais doces da culinária goiana têm endereço certo neste endereço que, apesar de esquecido pelo poder público, ainda guarda o charme da rua que nunca passa carro – daí o nome.

Aos sábados das 8 às 13 horas na Rua 8 (Rua do Lazer), Centro.

 

Feira do Entardecer

A primeira das feiras especiais que movimentam os finais de semana do goianiense acontece no entardecer de sexta-feira. Diferente das demais, esta ocupa um espaço coberto, denominado Cepal do setor Sul.

As sextas-feiras das 16 às 21 horas no Cepal da Rua 115, Setor Sul

 

Tem Mercadão? Tem sim, senhor!

Visitar os mercados de uma cidade é sempre um bom programa e em Goiânia não é diferente. Destacamos três que merecem a visita:

Mercado Central

O maior e mais tradicional da cidade com 161 lojas. Destaque para os produtos artesanais e as empadas que lotam as banquinhas do local. Colado nele fica o Restaurante Bologna com tradição de 40 anos servindo massas caseiras.

Rua 03, nº. 322, Centro. Telefone: 3524-1324

Mercado de Campinas

72 lojas dos mais variados segmentos. Destaque para os produtos artesanais e alimentação.

Rua Benjamin Constant, esq. c/ Av. São Paulo, n.º 429, Setor Campinas. Telefone: 3524-2472

Mercado Popular da Rua 74

O pequeno notável do tradicional Bairro Popular (continuação do Centro) se revela uma boa opção para o público que busca ainda mais contato com a cultura local. Destaque para o Pub e Pastelaria do Meu, há 50 anos no mesmo local e eleito pelo público Curta Mais como o melhor pastel da cidade.

Rua 74, n.º 329, Setor Central. Telefone: 3524-1111

Shoppings Center: verdadeira mania local

Programa predileto de 11 entre 10 goianienses e visitantes, os Shoppings bombam de segunda a domingo e são sempre garantia de diversão, lazer e compras. Decidimos incluir na nossa lista, cinco opções para atender os mais diferentes gostos e bolsos.

Flamboyant Shopping Center

Âncora da região Sul de Goiânia, o Flamboyant (ou “Flambas” pros mais íntimos), reúne as mais famosas grifes do mundo num só lugar, além dos restaurantes mais badalados da atualidade na capital.

Av. Deputado Jamel Cecílio, 3300 – Jardim Goiás, Goiânia. Telefone:(62) 3546-2000

Passeio da Águas

O mais novo da cidade, o Passeio das Águas é o gigante da região Norte da capital. Com boa opção gastronômica e lojas famosas, destacamos a programação e opções para a garotada – atualmente a melhor de Goiânia.

Av. Perimetral Norte, 8303 – Fazenda Caveiras. Telefone:(62) 4003-7840.

Goiânia Shopping

Um dos mais modernos e grandes centros de compras da cidade, o Goiânia Shopping tem como vizinho um dos mais belos cartões postais da cidade: o Parque Vaca Brava (vamos falar dele já já).

Av. T-10, nº 1.300 – Setor Bueno. (62) 3237-0514

Bougainville

Um dos mais tradicionais shoppings de Goiânia, o “Bouga” tem como destaque sua localização nobre e privilegiada. Shopping de vizinhança com opção de empório e cinema mais voltado para o público premium. Ah! Foi o lugar escolhido para ser a sede do Curta Mais (funcionamos como um concierge com dicas e vendas de shows, teatros, gastronomia e turismo).

Rua 9, 1855 – St. Marista. Telefone: (62) 3520-4300.

Banana Shopping

O próprio nome já revela a proposta do lugar. Se o seu turista quer um programinha bom e barato, o Banana Shopping pode ser um boa pedida. Destaque para as opções de serviços e o cinema que conta com uma das melhores estruturas da cidade e ingresso bem mais em conta.

Avenida Araguaia, 376, Centro. Telefone: (62) 3521-4600

 

Um memorial todo dedicado ao Cerrado

O turista tem pouco tempo e tá louco para conhecer a verdadeira cultura sertaneja? O Memorial do Cerrado é o lugar. No complexo, a réplica de uma cidadezinha histórica, típica do interior do estado, mini fazendas e até tribo indígena. O espaço é mantido pela PUC Goiás e abriga ainda um enorme Centro de Convenções e teatro paara 3 mil pessoas.

Rua Maria de Lourdes G. Ferreira – Conjunto Fabiana. Telefone: (62) 3946-1711

 

Oscar Niemeyer: o maior arquiteto do Brasil deixou sua marca por aqui

Parada obrigatória para quem curte arquitetura, cultura e lazer. Tudo junto e misturado no Centro Cultural Oscar Niemeyer que já se consolidou como o principal palco de shows nacionais, exposições de arte, ponto de encontro de esqueitistas e patinadores. Em outubro, a rede Lumière inagura um cinema com duas salas premium no local.

Avenida Deputado Jamel Cecílio, 4490, Quadra Gleba, Lote 1 – – Setor Fazenda Gameleira. Telefone: (62) 3201-4901

 

Estádio Serra Dourada – Sim, o Serra Dorada é nosso!

Inaugurado em 1976, o “Serra” como é carinhosamente chamado, tem capacidade para 54.048 pessoas, o palco do futebol goiano é endereço certo para os grande clássico locais como Goiás e Vila ou Atlético Goianiense. Recebe também os grande clubes fo futebol brasileiro e até nossa Seleção Brasileira.

Av. Fued José Sebba, 1170 – Jardim Goiás. Telefone: (62) 3201-6084

Provavelmente você já ouviu falar que Goiânia é a capital brasileiras do parques e do verde. A fama não é por acaso e os números comprovam isso para nossa alegria. Para a capital goiana possuir o título de capital brasileira com melhor qualidade de vida, pelo Instituto Brasil Américas não foi por acaso. De acordo com Plano Diretor de Arborização Urbana (Pdau), Goiânia é a capital brasileira que possui o maior número de metros quadrados de áreas verdes por habitantes. Conforme o levantamento da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), Goiânia tem 94 metros quadrados de áreas verdes de cada cidadão, a capital goiana fica em segundo lugar, uma vez que a campeã mundial é a cidade de Edmonton, no Canadá, com um quantitativo de 100 metros quadrados de área verde por habitante. De acordo com a Organização das Nações unidas (ONU), é recomendável que uma cidade tenha pelo menos 12 metros quadrados, ou seja, Goiânia supera a meta com um indice de sete vezes mais áreas verdes!

A cidade conta com 32 parques e bosques já implantados e o Curta Mais listou aqui 10 deles que por sí só já confirmariam a boa fama.

 

Bosque dos Buritis          

Local de bastante visitação, o Bosque dos Buritis é o mais antigo patrimônio paisagístico de Goiânia. Cercado por árvores, e plantas rasteiras. E conta com três lagoas articifiais abastecidas pelo córrego Buriti e por vários canais subterrâneos. Em uma delas está o maior jato d’água da América do Sul. Área de 124.800 metros quadrados.

Endereço: Entre as Ruas 1 e 29, Avenida Assis Chateaubriant e Alameda dos Buritis, Setor Oeste.

Fonte

 

Parque Lago das Rosas 

O Lago das Rosas é o parque mais antigo da capital, criado na década de 40. Seu nome se deve à um jardim de rosas que havia no local antes da construção do parque, além da art déco e suas construções tombadas pelo IPHAN. O parque abriga uma vasta quantidade de espécies de plantas e é excelente pedida para um piquenique. Nele você encontra uma biblioteca, área destinada a yoga e o zoológico da capital.

Endereço: Entre a Alameda das Rosas e a Avenida Anhanguera.

parque

 

Parque Areião

O Parque Areião possui uma pista de cooper de 2.400 metros, um lago, duas estações de ginásticas, campo de futebol, parque infantil e também possui uma vila ambiental, projetada pra desenvolver atividades de educação ambiental.

Endereço: Entre a Alameda Coronel Eugênio Jardim, Avenidas Americano do Brasil e Edmundo P. Abreu, Areião, 5ª Radial e a Rua 90. Aberto das  8:00 às 17:00 horas.

parque

 

Parque Flamboyant

Situado em uma das áreas mais nobres de Goiânia, o parque flamboyant é uma boa pedida para quem gosta de esportes e não abre mão de uma caminhada ao fim da tarde. Com grande área para caminhada, pista para ciclismo, dois lagos e parque infantil.

Endereço: Entre as Ruas 15,12, 46, 55, 56 e a Avenida H.

parque

 

Parque Vaca Brava

O nome Vaca Brava é uma referência a uma das três fazendas que foram as áreas utilizadas na construção da cidade, o parque contém um lago, chafariz, pista de cooper, diversas lojas, restaurantes, e o conhecido Goiânia Shopping.

Endereço: Entre as Avenidas T-5, T-10, T-13, T-15 e T-66.

parque

 

Parque Beija Flor

É uma das diversas áreas de preservação ambiental de Goiânia e está localizado no setor Jaó, nele você desfruta de um lago com fonte, uma pista de caminhada, paisagismo, caminhos internos e parque infantil.

Endereço: Entre a Avenida Venerando de Freitas Borges e a Rua J-22.

parque

 

Bosque Bougainville

O bosque Bougainville conta com pista de caminhada, estação de ginástica, quadra de esportes, espaços para convivência, quadra de basquete.

Endereço: Entre as Avenidas dos Flamboyants e Dom Fernando, e as Ruas Juriti, DF-14, DF-15, RM2, e RM4.

parque

 

Jardim Botânico

O Jardim Botânico é a maior área verde da capital, com 1.000.000 de metros quadrados e foi fundado em 1978, o parque fica localizado no setor Pedro Ludovico. Nele abriga-se além de animais silvestres, um lago, área para cooper e em breve um borboletário.

Endereço: (Setor Pedro Ludovico, Região Sul), entre a Alameda do Contorno e as Avenidas Botânico, Jardim Botânico e Antônio de Queiroz Barreto.

parque

 

Parque Liberdade

O Parque Liberdade é um aconchegante parque que fica localizado no setor Jaó, nele você encontra lago, pista de cooper e estação de ginástica. O parque tem o acesso livre de manhã e à noite.

Endereço: Entre as Avenidas Venerando de Freitas, Liberdade e Belo Horizonte e Rua J-10, Setor Jaó.

parque

 

Parque Cascavel

O Parque fica localizado na região Sul de Goiânia, abriga uma extensa área verde e um lago, também conta com uma pista de cooper e espaço recreativo.

Endereço: Entre as Avenidas Guarapari, Leblon, Alameda Aliança, Ruas do Siri, da Palombeta, da Ostra, Guarujá e Copacabana.

Fonte: http://www.curtamais.com.br/goiania/programas-e-lugares-que-todo-turista-adora-conhecer-em-goiania