Turismo

Telefone: 0800 721 0080 | + 55 (21) 2142 9315

Mais lugares que você precisa conhecer no Rio de Janeiro


Projeto e construção de A. Guilbert e Francisco de Oliveira Passos. Sua inauguração deu-se em 14 de julho de 1909. As pinturas principais são de Eliseu Visconti – teto e pano de boca – e de Rodolfo Amoedo. Os mosaicos são de Henrique Bernardelli.

(Endereço: Pça. Floriano, sem número – Centro Tel: (55 21) 2544-2900 Horário: Visitas agendadas segundas e terças / quintas e sextas entre 9 e 16h.)

Localizado no Largo da Lapa, onde no passado se concentrava a vida noturna carioca, os Arcos da Lapa se mantêm como principal monumento do Rio colonial. Sua magnífica estrutura é composta por 42 arcos de dupla arcada. Foi originalmente construído para abastecer a cidade com água do rio Carioca, nome que originou seu primeiro nome, Aqueduto Carioca. Sobre o aqueduto, hoje trafega o bonde que liga o centro às ruelas antigas de Santa Teresa, pitoresco bairro com uma comunidade artística e com grande variedade de bares, restaurantes, museus, centros culturais e estúdios de arte.



O Morro do Corcovado, tendo em seu topo a imagem do Cristo Redentor, é um dos principais símbolos da cidade. Esse imenso bloco de rocha vertical e aparente, emergindo da mata, dominando tudo a sua volta é, sem dúvida, um dos motivos que fazem do Rio de Janeiro a “Cidade Maravilhosa”.

A subida ao topo do Corcovado, que faz parte do Parque Nacional da Tijuca, pode ser feita de trenzinho ou táxi e van. (Endereço: Estação do Trenzinho: Rua Cosme Velho, 513 – Cosme Velho – Tel: (55 21) 2558-1329 Horário: Diariamente das 8:30 às 18:30h.)



Situado em meio à área densamente populosa da cidade do Rio de Janeiro, o Parque Nacional da Tijuca é a maior floresta urbana do mundo, com uma área de 3.300 ha, dentro do qual encontra-se a Floresta da Tijuca. Alguns pontos de interesse na floresta são: a Cascatinha Taunay, a Capela Mayrink, o Jardim dos Manacás, o restaurante Os Esquilos, a Cascata Diamantina, a Gruta de Paulo e Virgínia, o Parque Bom Retiro e o Lago das Fadas.

(Endereço: Praça Afonso Viseu – Alto da Boa Vista) 



O Jardim Botânico possui uma imensa área verde de 1,4 milhão de metros quadrados onde são cultivadas cerca de cinco mil espécies de plantas e árvores tropicais. Percorrendo as trilhas que recortam o jardim se descobrem, entre as palmeiras imperiais e seus sabiás, plantas carnívoras, violetas africanas, orquídeas, pequenas fontes e recantos habitados por micos, esquilos e gambás. O jardim ainda abriga o Museu Botânico, uma biblioteca com acervo de 76 mil livros especializados, um horto, um orquidário e várias estufas.

(Endereço: Rua Jardim Botânico, 1008 – Jardim Botânico Tel: (55 21) 2294-9349 – Horário: Diariamente de 8 às 17h.)



O Maracanã já foi cenário dos mais importantes clássicos do futebol brasileiro e recebeu momentos históricos do futebol internacional. Fatos monumentais, como o milésimo gol do Rei Pelé, em 1969, também aconteceram nos gramados do templo do futebol brasileiro.

Inaugurado em 16 de junho de 1950, já recebeu jogos da Copa do Mundo daquele ano e algumas partidas do Mundial de 2014. Também sediou jogos da Copa das Confederações de 2013, cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Pan-Americanos de 2007 e os Jogos Olímpicos em 2016. Além de competições esportivas, o Maracanã já foi palco de importantes eventos, como shows de Madonna, Rolling Stones, Paul McCartney, Tina Turner, Foo Fighters e Coldplay, além de missas campais do então Papa João Paulo II, em 1980 e 1997.